-Objetivos- -Coleções- -Glossário- -Artigos- -Reportagens- -Notícias- -Universo da Filatelia- -Informações- -Peças Filatélicas- -Material Filatélico- -Mercado Virtual- -Bibliografia- -Aceita um cafezinho?- -Contato- -Home-

5 de junho de 2011


10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas
--------------------------------------------------------------
SOBRE O BLOCO

O Bloco é composto de quatro selos, que destacam quatro espécies da fauna marinha: Águas-vivas (Pelagia sp e Phyllorhyza punctata), Lulas (Sepioteuthis sepioidea), Polvo (Octopus insularis) e Estrelas-do-mar (Oreaster reticulatus). Ilustrando o habitat dessas espécies, algas, corais e fundo de areia, além de outros habitantes naturais como os peixes. No canto inferior direito, a logomarca da Exposição Filatélica Internacional no Japão – Philanippon 2011, a ocorrer em Yokohama no período de 28/7 a 2/8/2011. Foram utilizadas as técnicas do desenho com lápis de cor em papel Canson e computação gráfica.

DETALHES TÉCNICOS

Edital nº 10 Arte: Anderson Moreira Lima Processo de Impressão: Ofsete Bloco com 4 selos Papel: Cuchê gomado Valor facial: R$2,70 cada selo Tiragem: 200.000 blocos Área de desenho do selo: 59mm x 25mm Dimensões do selo: 59mm x 25mm Dimensão do Bloco: 85mm x 127mm Picotagem: 11,5 x 12 Data de emissão: 5/6/2011 Local de lançamento: Recife/PE Impressão: Casa da Moeda do Brasil Prazo de comercialização pela ECT: até 31 de dezembro de 2014 (este prazo não será considerado quando o selo/bloco for comercializado como parte integrante das coleções anuais, cartelas temáticas ou quando destinado para fins de elaboração de material promocional.)

Texto descritivo do Edital
FAUNA MARINHA: Águas-vivas, Lulas, Polvo, Estrelas-do-mar
A diversidade de espécies encontradas na costa brasileira

A costa brasileira possui mais de 8 mil quilômetros banhados pelo Oceano Atlântico e oferece uma rica rede de ecossistemas, indo de regiões tropicais às subtropicais. Ao longo de sua extensão, possui características bem diversas, abrigando igualmente uma rica variedade de fauna marinha. Dentre os tipos de animais marinhos temos as águasvivas, as lulas, os polvos e as estrelas-do-mar, das quais destacamos as respectivas espécies: Pelagia sp e Phyllorhiza punctata, Sepioteuthis sepioidea, Octopus insularis e Oreaster reticulatus.

Pelagia sp e Phyllorhiza punctata – espécies de águas-vivas, possuindo corpos de consistência gelatinosa e delicada, são, na verdade, predadores vorazes. Com seus tentáculos longos, armados com milhares de pequenas estruturas denominadas cnidas, capturam peixes e pequenos organismos marinhos. Embora temidas por nós, a maioria das espécies é inofensiva para o ser humano, como é o caso da Pelagia sp., Phyllorhiza punctata e muitas outras. Os indivíduos adultos de ambas as espécies são relativamente grandes (até 50 cm de diâmetro) e possuem 8 braços orais. A Phyllorhiza punctata, cujo corpo é marrom salpicado de pontos brancos, pode ser encontrada próxima à costa, muitas vezes encalhada nas praias. É comum em águas quentes no mundo todo. As espécies de Pelagia têm coloração mais sutil, seus corpos são translúcidos, com pigmentação azulada ou avermelhada. São comuns em águas oceânicas tropicais e subtropicais do globo.

ALVARO ESTEVES MIGOTTO Professor Dr. - Centro de Biologia Marinha - Universidade de São Paulo/USP

Sepioteuthis sepioidea – espécie de lula tropical de águas rasas, conhecida como lula recifal. É identificada pelo formato oval do corpo e pelas nadadeiras, que ocupam quase toda a margem lateral do manto. Como a maioria das lulas, é uma predadora voraz. As presas, como peixes, moluscos e crustáceos, são capturadas pelos seus dois longos tentáculos, sendo levadas até à boca com a ajuda dos braços mais curtos. As lulas recifais possuem capacidades de comunicação e camuflagem, utilizando mudanças variadas de cores, formatos e texturas do corpo, por meio do controle nervoso de células com pigmentação, chamadas cromatóforos. Como outros cefalópodes (classe de moluscos marinhos), morrem após a reprodução, as fêmeas, imediatamente após colocarem os ovos. Já os machos podem fertilizar muitas fêmeas em um período curto de tempo, antes de morrer.

Octopus insularis – espécie de polvo descrita recentemente (2008), é a mais comumente encontrada nas águas rasas das ilhas oceânicas do nordeste brasileiro e, também, em ambientes rochosos e sistemas recifais da costa nordestina até a Bahia. Polvo de porte médio (cerca de 1 Kg), caracterizado pelos braços curtos e grossos e cabeça larga. Possui a pele rugosa e a presença de papilas, com a coloração no ambiente natural variando de marrom ao vermelho-amarronzado. É uma espécie carnívora, que se alimenta, principalmente, de pequenos crustáceos, bivalves e gastrópodes. Seu ciclo de vida é curto (6 meses a 1 ano). A fêmea cuida dos embriões e morre após a eclosão dos ovos. Os machos morrem após a reprodução. Os polvos vêm se constituindo num importante recurso pesqueiro no Nordeste do Brasil, principalmente nos estados do Rio Grande do Norte e Ceará, pois possuem diversas características biológicas, nutricionais e econômicas, que os apontam como um recurso pesqueiro propício a sustentar pescarias rentáveis e sustentáveis em longo prazo.

Oreaster reticulatus – espécie de estrela-do-mar, que pode ser encontrada ao longo de toda a costa brasileira, à exceção do Rio Grande do Sul. Habita áreas rasas de fundo arenoso ou banco de fanerógamas (plantas que produzem flores e sementes), podendo também ser encontrada em substrato lamoso característico de manguezais e áreas próximas a recifes. É um animal onívoro micrófago (alimenta-se de pequenas partículas), podendo comer desde algas filamentosas, diatomáceas e detritos, a ouriços, pepinosdo- mar, larva de caranguejo, poliquetas, copépodas e tecidos de esponjas. Predador, devora, inclusive, animais da mesma espécie e é presa de peixes e gastrópodos (grande classe de moluscos). Possui importante uso medicinal, apresentando papel terapêutico importante. É bastante comercializada para a aquariofilia e como objeto decorativo.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, por meio da Filatelia, destaca a riqueza da fauna marinha e sua biodiversidade, ratificando a importância da preservação e proteção do ecossistema em mares e oceanos.

TATIANA SILVA LEITE Professora Adjunta – Departamento de Oceanografia e Limnologia – Universidade Federal do Rio Grande do Norte/UFRN
MARIA ELISABETH DE ARAÚJO e CAMILA PEREIRA B. DE GUSMÃO Professora Associada 3 e Bióloga Mestranda do Departamento de Oceanografia da Universidade Federal de Pernambuco /UFPE

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - carimbo comemorativo
--------------------------------------------------------------
Veja a íntegra do Edital (Arquivo .pdf)
Edital 10 - 2011
10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas
--------------------------------------------------------------
Alguns dos temas ilustrados pelas peças

Os selos ilustram: fauna marinha, flora marinha, ecologia e meio ambiente..

--------------------------------------------------------------
Peças Filatélicas

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - bloco com carimbo comemorativo de 1º dia de circulação

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - envelope comemorativo de 1º dia de circulação-FDC

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - envelope comemorativo de 1º dia de circulação-FDC - 1º selo do bloco

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - envelope comemorativo de 1º dia de circulação-FDC - 2º selo do bloco

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - envelope comemorativo de 1º dia de circulação-FDC - 3º selo do bloco

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - envelope comemorativo de 1º dia de circulação-FDC - 4º selo do bloco

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - Máximo Postal - 1º selo do bloco
Cartão-Postal Edição Correios do Brasil - Expo'98 - Oceanos-Um Patrimônio para o Futuro - Animais Marinhos, Recife de Coral

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - Máximo Postal - 1º selo do bloco
Cartão-Postal de emissão Scmittstamps, estampa 209, Água -Viva (Phyllorhiza punctata)

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - Máximo Postal - 2º selo do bloco
Cartão-Postal Edição Correios do Brasil - Expo'98 - Oceanos-Um Patrimônio para o Futuro - Animais Marinhos, Recife de Coral

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - Máximo Postal - 1º selo do bloco
Cartão-Postal de emissão Scmittstamps, estampa 203, Lula (Sepioteuthis Sepiodea)

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas- Máximo Postal - 3º selo do bloco
Cartão-Postal Edição Schmittstamps, estampa 136 - Polvo Octopus insularis

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - Máximo Postal - 3º selo do bloco
Cartão-Postal Edição Correios do Brasil - Expo'98 - Oceanos-Um Patrimônio para o Futuro - Animais Marinhos, Recife de Coral

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - Máximo Postal - 3º selo do bloco
Cartão-Postal de emissão Scmittstamps, estampa 207, Polvo (Octopus Insularis)

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - Máximo Postal - 4º selo do bloco
Cartão-Postal Edição Correios do Brasil - Expo'98 - Oceanos-Um Patrimônio para o Futuro - Animais Marinhos, Recife de Coral

10 - Fauna Marinha: Lulas, Polvo, Estrelas-do-Mar, Águas-Vivas - Máximo Postal - 4º selo do bloco
Cartão-Postal de emissão Scmittstamps, estampa 208, Estrela-do-Mar (Oreaster reticularus)
--------------------------------------------------------------
Cartões-Postais

Cartão-Postal de emissão Scmittstamps, estampa 209, Água -Viva (Phyllorhiza punctata)

Cartão-Postal de emissão Scmittstamps, estampa 203, Lula (Sepioteuthis Sepiodea)

Cartão-Postal de emissão Scmittstamps, estampa 207, Polvo (Octopus Insularis)

Cartão-Postal de emissão Scmittstamps, estampa 208, Estrela-do-Mar (Oreaster reticularus)
--------------------------------------------------------------
Próxima Série: Clique no título.
10a - Centenário das Assembléias de Deus no Brasil
Série Anterior: Clique no título.
9 -Série Relações Diplomáticas: Brasil/Paraguai
Voltar para o Indice do Album 2011
Desenvolvimento: João Alberto Correia da Silva