-Objetivos- -Coleções- -Glossário- -Artigos- -Reportagens- -Notícias- -Universo da Filatelia- -Informações- -Peças Filatélicas- -Material Filatélico- -Mercado Virtual- -Bibliografia- -Aceita um cafezinho?- -Contato- -Home-

12 de dezembro de 2013


21 - Série Relações Diplomáticas: Brasil-Quênia
SOBRE OS SELOS

Zebra-de-Grevy

O selo registra uma espécie de equídeo existente na fauna africana, a Zebra-de-Grevy. Para reproduzi-la, foi utilizado o recurso fotográfico, buscando destacar as características do adulto e do filhote, bem como seu habitat. Podem-se observar ambos de corpo inteiro, com o padrão característico de listras finas, pretas e brancas na mãe e de tom amarronzado no filhote. Foram utilizadas as técnicas de fotografia e computação gráfica.

Bica do Ipu

O selo traz a reprodução de uma foto da Bica do Ipu, queda d’água do Rio Ipuçaba, localizada no município brasileiro de Ipu no estado do Ceará. Na imagem destacam-se a altura da cachoeira, que despenca sobre um grande paredão de granito, bem como uma vasta vegetação ao seu redor, juntos formando uma belíssima paisagem. Foram utilizadas as técnicas de fotografia e computação gráfica.

DETALHES TÉCNICOS

Edital nº 21 Arte-finalização: Daniel Ferreira - DEFIP Foto Bica do Ipu: Ricardo Martins Aragão Foto Zebra-de-Grevy: Elsie Rotenberg Processo de Impressão: Ofsete Folha com 24 selos, sendo 12 de cada motivo Papel: Cuchê gomado Valor facial: R$2,90 cada selo Tiragem: 360.000 selos, sendo 180.000 selos de cada motivo Área de desenho: 33mm x 33mm Dimensão do selo: 38mm x 38mm Dimensão da folha: 259mm x 184mm Picotagem: 11,5 x 11,5 Data de emissão: 12/12/2013 Locais de lançamento: Brasília/DF e Ipu/CE Peça filatélica: Envelope de 1º Dia de Circulação Tiragem: 10.000 Impressão: Casa da Moeda do Brasil Prazo de comercialização pela ECT: até 31 de dezembro de 2016 (este prazo não será considerado quando o selo/bloco for comercializado como parte integrante das coleções anuais, cartelas temáticas ou quando destinado para fins de elaboração de material promocional).

--------------------------------------------------------------
Texto descritivo do Edital

Série Relações Diplomáticas: Brasil-Quênia

A conservação dos ecossistemas, aliada ao desenvolvimento sustentável, é vital para a manutenção e a evolução da biodiversidade. Cuidar do ambiente, em todos os sentidos, é cuidar de si próprio e garantir a qualidade de vida das futuras gerações. Por meio da emissão destes selos, da Série Relações Diplomáticas: Brasil - Quênia, a Filatelia divulga a Bica do Ipu, bioma importante do nordeste brasileiro e a Zebra-de-Grevy, animal em grande risco de extinção, protegida em reservas do Quênia, na África.

Quênia - Zebra-de-Grevy

Quênia, oficialmente República do Quênia, é um país soberano na África Oriental, com uma população de cerca de 40 milhões de habitantes. Sua capital, e maior cidade, é Nairobi, com mais de 4 milhões de pessoas. A língua oficial do país é o inglês e a língua nacional o Kiswahili. Além disso, há mais de 40 tribos quenianas que falam mais de 80 dialetos diferentes.

A agricultura no país emprega 80% da população, contribui com 20% do PIB e é responsável por 50% das exportações. No entanto, o turismo é a maior fonte de renda para o país.

Com um dos melhores Safaris do mundo, o Quênia oferece inimaginável oportunidade aos visitantes de admirarem animais raros e exóticos em surpreendentes números. Cinquenta e seis Parques Nacionais e Reservas abrigam magníficos gatos, as maiores manadas de elefantes do mundo, o rinoceronte branco e preto, ameaçado de extinção, e outras espécies não encontradas em nenhum outro lugar na Terra.

A Grande Migração, fenômeno que ocorre no país, é uma história única de movimento, sobrevivência e rendição. Esse acontecimento natural, gigantesco, é considerado uma das novas maravilhas do mundo moderno. Com 1,3 milhões de gnus, mais de 200.000 zebras e 18.000 antílopes, a grande migração é a árdua jornada de animais seguindo as chuvas enquanto buscam a grama fresca rica em fósforo. Esse magnífico evento representa a luta pela sobrevivência dos animais através de inúmeros ataques de predadores famintos, incluindo leões, chitas, leopardos e crocodilos.

Esse é o Quênia: Selvagem, Raro e Incomparável!

O selo postal destaca a Zebra-de-Grevy (Equus grevyi), também conhecida como “zebra imperial”, descrita pela primeira vez pelo naturalista francês Émile Oustalet, em 1882, que lhe atribuiu o nome em homenagem a Jules Grévy, então presidente da França.

A Zebra-de-Grevy é encontrada somente nas reservas do Quênia, como nos Parques Samburu e Buffalo Springs, e áreas isoladas da Etiópia.

Essa espécie de zebra é considerada ameaçada de extinção pela IUCN (International Union for Conservation of Nature). Sua população diminuiu de 15.000 para 3.000 indivíduos, desde 1970. No entanto, a partir de 2008, sua população permanece estável.

A Embaixada do Quênia, em Brasília, se sente honrada com a emissão do selo postal em homenagem à parceria entre os dois países. Em 2013, o Quênia celebra o seu jubileu – 50 Anos de Independência – 1963 a 2013. A Embaixada e toda a Nação queniana se orgulha da paz, prosperidade e desenvolvimento de todos os setores nos últimos 50 anos.

H.E. Kirimi P. Kaberia
Embaixador
Embaixada da República do Quênia, Brasília
Brasil - Bica do Ipu

Brasil - Bica do Ipu A Bica do Ipu constitui uma das belezas naturais da Chapada da Ibiapaba, na zona norte do Ceará. Encontra-se na Área de Proteção Ambiental (APA), criada em 26 de janeiro de 1999, por meio de decreto do governo federal.

Além da Bica, a APA compreende trechos de encostas e os setores elevados da Serra da Ibiapaba, também conhecida por Serra Grande, e as nascentes dos riachos Ipuçaba e Ipuzinho. A área total da reserva é de 3.484,66 hectares e visa proteger as comunidades bióticas nativas, os recursos hídricos e o solo.

A Bica do Ipu localiza-se a 2 km do município de Ipu, com acesso por estrada asfaltada e a 290 km de Fortaleza. Dão acesso a Ipu a BR 020 e a BR 222, com conexões de estradas estaduais.

A vegetação no entorno da Bica é exuberante, formada de grandes e pequenas árvores que acompanham o paredão de granito onde está localizada a cachoeira. Veem-se ipês amarelos, roxos, jatobás, ingazeiras e árvores com flores diversificadas, formando uma policromia que encanta os que contemplam a paisagem.

A fauna da região também é rica e protegida por lei. Existem diversas espécies de animas: tatus, pebas, tejuaçus, cotias, camaleões, macacos, saguis e muitos répteis. Além deles, pássaros saúdam com seus cantos maviosos o espetáculo da natureza.

Com uma queda de 130 m de altura, as águas do riacho Ipuçaba proporcionam um espetáculo de beleza ímpar. Na estação invernosa, notadamente nos meses de março, abril e maio, as águas do Ipuçaba se avolumam, causando grande ruído que pode ser ouvido a distância.

Fenômeno que deslumbra o visitante é a luta renhida entre as águas que se jogam do alto da serra e o vento que sopra forte de baixo para cima tentando impedir a sua queda. Parece não haver vencedor por alguns instantes. As águas ficam como que paradas no ar, espalhando-se pelas laterais, formando o que se chama “Véu de Noiva”. O turismo é um dos pontos fortes da economia da cidade, atraindo visitantes das cidades vizinhas, do Estado e do Nordeste.

A Bica do Ipu é conhecida no Ceará e no Brasil por ter sido cenário do poema em prosa Iracema, de José de Alencar, um dos maiores nomes da literatura brasileira. Iracema, “a virgem dos lábios de mel” pertencia à grande nação tabajara que habitava as terras do Ipu e banhava-se, segundo a lenda, na famosa cascata, onde se deu o encontro entre a bela índia e o colonizador português Martim Soares Moreno. O livro Iracema já foi traduzido para as principais línguas modernas, o que leva longe os encantos da Bica do Ipu.

Por meio dessa emissão de selos, os Correios divulgam, nacional e internacionalmente, a beleza natural e os encantos da Bica do Ipu.

Carlos Sérgio Rufino Moreira
Prefeito Municipal de Ipu/CE
--------------------------------------------------------------
Veja a íntegra do Edital (Arquivo .pdf)

Edital 21 - 2013
Série Relações Diplomáticas: Brasil-Quênia

Relações Diplomáticas, geografia, quedas dágua, animais, zebras.

--------------------------------------------------------------
Peças Filatélicas

Serão preparadas peças filatélicas com base nos selos, carimbo, env elopes e cartôes-postais.

--------------------------------------------------------------
Cartões-Postais

Cartões-Postais base para os máximos postais:


21 - Série Relações Diplomáticas: Brasil-Quênia
Cartão-Postal de emissão não identificada, Bica do Ipu, Serra da Ibiapaba, Municipio de Ipu - CE

21 - Série Relações Diplomáticas: Brasil-Quênia
Cartão-Postal de edição Norvendas, Distribuição Artesanato Quixadá Ltda., IPU-CE-Brasil, Bica de Ipu, situada a 402 km de Fortaleza.

21 - Série Relações Diplomáticas: Brasil-Quênia
Cartão Postal de edição não identificada.
.
--------------------------------------------------------------
Próxima Série: Clique no título.
22 - Buriti: Importância, Beleza e Utilidade (19/12)
Série Anterior: Clique no título.
20a - Aerogramas de Natal
Voltar para o Indice do Album 2013
Desenvolvimento: João Alberto Correia da Silva